quinta-feira, 18 de agosto de 2011

SUS – Sistema Único de Saúde

Até o momento, falamos bastante do Sistema de Saúde Privado. Chegou a hora de falar da parte que é universal e à todos os cidadãos brasileiros, o Sistema de Saúde Público.
Não poderíamos falar desse tema sem nos lembrarmos do SUS (Sistema Único de Saúde). Este ano, o SUS está completando 23 anos (desde 1988 pela Constituição Federal Brasileira) e antes disso, a saúde não era considerada um direito social.

Até então, o modelo de saúde dividia os brasileiros em três grupos:
  • Os que podiam pagar por serviços de saúde privados
  • Os que tinham direito à saúde pública por serem segurados da previdência social (trabalhadores com carteira assinada)
  • Os que não possuíam direito algum


Apesar do discurso muito bonito, quando nos lembramos de um hospital público, o que nos vêm à mente? Filas? Abandono? Falta de médicos? Pode ser assim na maioria dos casos, mas também devemos lembrar que existem centros públicos altamente qualificados como os centros de transplante como o Hospital do Rim e o ICESP. Mas isso infelizmente é exceção.

Sabemos que os recursos para atender toda à população com certa qualidade, o governo deve investir muito recurso, e uma vez aplicados, devem ser otimizados ao máximo.



Muitas vezes me perguntava, porque tendo um direito e pagando impostos para uma saúde justa, tenho ainda que pagar mais um plano de saúde? Mas, agora atuando na área de saúde, espero não só individualmente, mas sim coletivamente, poder contribuir para o melhor acesso à saúde pela população. Como disse um amigo engenheiro, não adianta ficar reclamando, vamos fazer nossa parte.

Não preciso dizer que a área abordada nesse blog é fundamental, certo, caro leitor? Parece um discurso repetido, mas vou aos poucos colocando aqui coisas sobre tanto o sistema público como privado e tenho certeza que poderão ver a importância dessa área. Tanto que os diversos players da saúde estão se movendo para esse caminho, já trilhado em muitos países desenvolvidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário